Emanuelle Goes para o Portal Catarinas “Quando a América branca pega um resfriado, a América negra pega pneumonia”, Steven Brown (Urban Institute). A Covid-19 é democrática? Debates sobre a transmissão do vírus têm levantado essa discussão, que todas as pessoas independentes de raça, classe, gênero estão expostas ao coronavírus da mesma forma. Mas como é... Continuar Lendo →

Nós por nós: o autocuidado de mulheres negras é um ato político

Uila Gabriela Cardoso¹ p/ Correio Braziliense Peguei-me pensando, outro dia, sobre a fala da médica Sydney Labat, da Universidade de Tulane, que afirma: “Nós somos os sonhos mais ferozes dos nossos antepassados”. Ainda que estejamos em maior número nos subempregos, recebendo salários menores, também estamos em espaços de poder que Maria Pita, minha bisavó materna,... Continuar Lendo →

O legado culinário de Leah Chase

por Jessica B. Harris para The Atlantic, traduzido por Gerson Brandão* A chef e proprietária do restaurante Dooky Chase, em Nova Orleans que mudou a paisagem da culinária afro-americana nos Estados Unidos. Tornou-se lugar-comum classificar às vezes qualquer um como "ícone" ou "ativista". Leah Chase, a lendária chef do famoso restaurante Dooky Chase's de Nova... Continuar Lendo →

Ela existe e está entre nós, violência obstétrica

Emanuelle Goes para Portal CatarinasMarion Sims em seu laboratório cirúrgico, onde fez Anarcha de Robert Thom de cobaia em mais de 30 cirurgias experimentais/ReproduçãoPeregrinação na hora do parto, demora na liberação do leito, a não realização de procedimentos mínimos no pré-natal, manobras e o excesso de procedimentos invasivos, como o “ponto do marido”, tudo isso... Continuar Lendo →

Corpo Negro: Onde a ética se esvai

 Emanuelle Góes para Revista Afirmativa“Garota, os negros não conseguem órgãos, eles dão órgãos”, disse um senhor afro-estadunidense que trabalhava no setor de nefrologia. “Eu nunca teria um procedimento feito aqui, eu já vi muito. Para eles, se você é negra e pobre, você não passa de uma cobaia” continuou.Esta passagem acima é do livro Medical... Continuar Lendo →

Corpo feminino, primeiro território violado: estupro como ferramenta de tortura e genocídio

Emanuelle Goes para Cientistas FeministasImagem da InternetComeço este texto trazendo fragmentos do artigo da Veronique Nahoum-Grappe (2011), intitulado Estupros: uma arma de guerra, “os estupros sistemáticos em tempos de guerra visam destruir até populações martirizadas. É no ventre das mulheres que se encarna a loucura genocida dos homens. Violências extremas, gestações não desejadas, transmissões do... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora